Parecer da SPM sobre a prova de aferição de Matemática e Ciências Naturais do 5.º ano

Realizou-se hoje, dia 12 de junho, a prova de aferição de Matemática e Ciências Naturais, aplicada pela primeira vez com este formato e pela primeira vez a todos os alunos do 5.º ano de escolaridade.

A SPM sublinha que uma aferição com esta natureza híbrida, e a meio do ciclo de estudos, não pode substituir a avaliação disciplinar no final de ciclo. Uma prova com estas características, ao vir substituir as provas finais de ciclo no 4.º ano e 6.º ano, por um lado interrompe lamentavelmente a série temporal dos dados que forneciam informação sobre os progressos dos alunos no final destes ciclos, e por outro não permite o acompanhamento eficaz dos alunos por parte de pais e professores, sendo ineficaz para a monitorização global do sistema.  

A SPM considera que foram os progressos registados nos resultados das provas finais de ciclo, visíveis quer na diminuição das retenções quer nas melhorias das classificações internas e dos resultados dessas mesmas provas, confirmados pelos históricos resultados do TIMSS 2015 (estudo internacional onde foram avaliados os alunos de 4.º ano), que nos permitem hoje conhecer inequivocamente os bons progressos na disciplina de Matemática.

Assim, no que se refere a estas provas de aferição, a SPM alerta que:

  • estas, sem qualquer tipo de avaliação externa no final dos 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico, são inconsequentes;
  • o atual modelo de avaliação apresenta assim uma falha grave por não permitir verificar o desempenho dos alunos nos finais de ciclo e, no futuro, avaliar se as estratégias desenvolvidas para recuperar as dificuldades identificadas nestas provas de 2.º , 5.º e 8.º anos foram, ou não, bem sucedidas.

O sucesso em matemática constrói-se desde o 1.º ciclo. É pois muito importante que o esforço de alunos e professores seja acompanhado pela tutela tanto com medidas que permitam identificar objetivamente os problemas como com outras que ajudem a resolvê-los.

A SPM estará sempre disponível para ajudar na formulação dos diagnósticos com base em dados fiáveis e na procura de soluções que promovam o real sucesso em matemática.

 

O Gabinete do Ensino Básico e Secundário  
da Sociedade Portuguesa de Matemática



Publicado/editado: 12/06/2017