Graciano Neves de Oliveira

Graciano Neves de Oliveira nasceu em 1938 em Laceiras, Cabanas de Viriato. Licenciou-se em Matemática na Universidade de Coimbra em 1961 e veio a doutorar-se na mesma Universidade em 1969 com uma dissertação sobre matrizes estocásticas, depois de passar algum tempo em Oxford. Foi professor nas universidades de Coimbra, Lisboa, Recife e Macau. Graciano de Oliveira construiu uma extensa obra de investigação matemática, em áreas como Álgebra Linear e Multilinear, Problemas Inversos em Teoria das Matrizes e Combinatória.

Os seus trabalhos tiveram forte repercussão nacional e internacional, tendo atraído vários estudantes que veio a orientar nos seus doutoramentos. Destacam-se José Perdigão Dias da Silva (mais tarde professor da Universidade de Lisboa, especialista em Álgebra Multilinear, Combinatória e Teoria Aditiva dos Números), Eduardo Marques de Sá (mais tarde professor da Universidade de Coimbra, especialista em Teoria das Matrizes, Combinatória e Convexidade) e Ion Zaballa (mais tarde professor da Universidade do País Basco, especialista em Feixes Matriciais e Teoria do Controlo). Graciano de Oliveira foi um dos grandes dinamizadores do Centro de Matemática da Universidade de Coimbra. Programas de investigação que lançou continuam a ser estudados e prosseguidos em vários países, tal como em Portugal, podendo encontrar-se rasto da sua influência praticamente em todas as universidades portuguesas.

Graciano de Oliveira foi sempre um sócio muito ativo da Sociedade Portuguesa de Matemática. Foi Presidente da Delegação Regional Centro de 1978 a 1980, Secretário Geral de 1986 a 1988 e Presidente de 1996 a 2000. No seu segundo mandato foi um dos responsáveis pelo renascimento da revista “Gazeta de Matemática”. Organizou ainda as primeiras Olimpíadas de Matemática de Macau bem como a respetiva primeira participação nas Olimpíadas Internacionais, em Pequim.